Condomínio Conceito

Sustentabilidade dentro do condomínio!

Condomínio Sustentável que fará parte da quarta edição da SindExpo é um dos projetos criados pela arquiteta Audrey Bello Ramos. Com trajetória de 25 anos na área, e mestra em Engenharia: energia, ambiente e materiais pela Ulbra, ela assina o projeto que será o destaque da feira que vai para a sua quarta edição. Os ambientes foram planejados dentro de parâmetros certificados e a proposta é inspirar os visitantes da feira a adotarem em seus condomínios tecnologias e práticas corretas dentro das áreas ambiental, econômica e social. Nesta entrevista Audrey fala um pouco mais sobre este projeto.

Qual a premissa básica deste projeto?

A premissa básica deste projeto de arquitetura efêmera é apresentar a importância da arquitetura sustentável e suas vantagens, abordando as categorias da certificação GBC Condomínio. Pois toda arquitetura para ser considerada sustentável deve ser baseada em três aspectos: ambiental, econômico e social.  E, assim, para termos parâmetros, a forma de medirmos a sustentabilidade em uma edificação se dá pelas certificações que se utilizam de critérios, normas e leis, pontuando e qualificando várias categorias. Desde o projeto integrado, durante a execução da obra até a operação, até o uso e manutenção da edificação, sendo este último principalmente de responsabilidade dos proprietários e gerenciadores dos condomínios.

O que o condomínio conceito traz de inovação para o mercado de Porto Alegre?

Fundamentalmente, o condomínio conceito tem objetivo de mostrar e até mesmo educar sobre a importância da etapa de operação, uso e manutenção. Então, nesta área, como inovação surgem sistemas de automação com soluções locais ou em nuvem, permitindo que as melhores decisões sejam feitas, através de uma interface totalmente amigável.

Em que áreas o investimento em práticas sustentáveis pode reduzir custos dentro dos condomínios?

Considero que reduz custos em todas as áreas, pois se pode dizer que a edificação é um ¨sistema composto¨. Entretanto, o percentual de redução de custos é mais expressivo nas áreas de uso eficiente da água e no desempenho energético da edificação.

Quais os principais cuidados básicos que as pessoas devem ter dentro de casa para reduzir seu impacto ambiental?

Cabe ressaltar, que a indústria da construção civil é uma das atividades humanas que mais causa impacto no meio ambiente, mas tendo em vista que todos temos responsabilidades nas decisões do dia a dia, então, considero que o “consumo consciente” é fundamental na alimentação mais natural, no consumo de água, na economia energética, na reciclagem do lixo, na escolha de plástico biodegradável, na utilização do transporte público ou bicicletas e afins, entre outros.